Urgente

Programação atualizada 9:15

21-Mai/2017 - Programação atualizada 9:15
Urgente

Nova programação

21-Mai/2017 - Nova programação
Urgente

Em função da chuva e comemoração do dia das Mães, a rodada das 09:15 foi transferida para o próximo final de semana. Acompanhem a programação! Agradecemos a compreensão!

14-Mai/2017 - Em função da chuva e comemoração do dia das Mães, a rodada das 09:15 foi transferida para o próximo final de semana. Acompanhem a programação! Agradecemos a compreensão!
Urgente

Torneio andando em horário normal. Compareça no horário previsto na programação. Neste momento, jogos estão adiantados.

13-Mai/2017 - Torneio andando em horário normal. Compareça no horário previsto na programação. Neste momento, jogos estão adiantados.
Urgente

Torneio em andamento...

13-Mai/2017 - Torneio em andamento...

Regulamento 2017 Regulamento vigente temporada 2017

 REGULAMENTO GERAL CIRCUITO DE TENIS DA SERRA GAÚCHA 

Art. 1º - Este regulamento visa normatizar e definir uma norma de conduta para os torneios realizados pelo Circuito de Tênis da Serra Gaúcha, CTSG. O Circuito de Tênis da Serra Gaúcha tem a finalidade de promover a prática do tênis de campo dentro dos princípios da educação e da ética concernentes ao esporte.  

DATAS DAS ETAPAS  

Art. 2º - Cabe aos Responsáveis pelo Circuito de Tênis a definição do calendário anual de torneios, de acordo com a viabilidade de patrocínio e buscando sempre o maior número de tenistas participantes. Em 2017 o Circuito de Tênis das Serra Gaúcha terá 11 torneios, conforme cronograma abaixo:  

§ 1º- Todos os clubes e academias devem se comprometer a montar seus calendários internos em datas diferentes das praticadas pelo CTSG.   
Calendário CTSG 2017 em: http://ctsg.com.br/Temporadas/Lista_torneios
INSCRIÇÕES 

 Art. 3º - As inscrições serão efetuadas através de formulário on line  no site especifico do CTSG (www.ctsg.com.br).  Todos os clubes ou entidades que desejarem sediar uma etapa do circuito deverão se comprometer a adquirir software de gerenciamento de torneios especifico do CTSG ao custo de R$ 350,00 por evento (valor de 2017). O pagamento do software será de responsabilidade de cada entidade e deverá ser efetuado durante a realização de sua etapa, direto ao fornecedor.  

Art. 4º - O valor da taxa de inscrição será de R$ 65,00 (sessenta e cinco reais) por atleta. O Tenista que não realizar o pagamento da inscrição até a data de início do torneio não poderá participar do evento. As categorias especiais (infantis) terão valor diferenciado na inscrição que será de R$ 40,00 e não terá a obrigatoriedade de dar o brinde de inscrição.  

Art. 5º - Fica a critério do clube, limitar o número de inscrições em função da capacidade de quadras e horários, caso ocorram, deve se priorizar a data de inscrição.  


Art. 6º - O preenchimento das informações solicitadas pelo clube que sediará a etapa é de responsabilidade do Tenista. O tenista deverá informar no site pelo menos uma forma de contato, telefones ou e-mail atualizados e Nome completo. Com estas informações será mondado um cadastro geral com todos os atletas participantes. Só será permitido um cadastro no site por cpf. O mesmo jogador não poderá ter mais de um cadastro.  
§ 1º- Será feito recadastro anualmente dos jogadores no site. O clube representado pelo tenista e apontado no recadastro, só poderá ser trocado no próximo recadastro anual. O jogador deverá ter algum vínculo comprovado com o clube escolhido para representar, caso contrário deverá se cadastrar como avulso. É permitido a troca de jogador “avulso” para um clube durante o decorrer do ano, porém os pontos adquiridos antes da troca não revertem para o clube. Para efetuar esta troca o jogador deverá ter algum vínculo com o novo clube escolhido.  

Art. 7º - A organização do torneio não se responsabiliza por erros de ortografia e/ou de preenchimento das informações por terceiros em qualquer um dos dados solicitados.  

Art 8º - O Tenista que se inscrever e não comparecer ao seu primeiro jogo, terá sua inscrição nas próximas etapas bloqueada até que regularize o pagamento ao clube da etapa que não compareceu. A falta ao primeiro jogo, independente da justificativa, acarretará inclusão à uma lista de bloqueio, que impedirá sua inscrição nas próximas etapas. A retirada do nome do jogador da lista de bloqueio, somente poderá ser autorizada pelo clube credor da inscrição, mediante pagamento da mesma ou liberação autorizada pelo clube.  

Art 9º - Não cabe pontuação de ranking ao jogador que não comparecer ao seu primeiro jogo. O pagamento da inscrição somente libera da lista de bloqueio. Wo´s partir da 2ª rodada creditarão pontos ao jogador referentes a fase em que foi eliminado pelo wo.   
CATEGORIAS    

Art. 10º - Para o ano de 2017 a divisão das categorias será a seguinte:              
• 1ª, 2ª, 3ª e 4º Classe Masculino;  
• 1ª e 2ª classe Feminina
• Sênior: 35 A, 35 B, 45 e 55 anos masculino. 
• Infanto-juvenil: 10 e 12 anos SM, 10 e 12 anos SF  

§ 1º- Para o ano de 2017 será obrigatório aos clubes e academias oferecerem todas as categorias constantes do art.10º. As categorias infantis serão chamadas de especiais e terão um regulamento diferenciado do restante do circuito os itens estão citados no art. 4º e art. 14º.  
§ 2º- A comissão organizadora do CTSG se reserva ao direito de alterar a categoria de todo e qualquer jogador que considere inscrito em categoria inadequada ao seu nível técnico.   
CHAVES E PROGRAMAÇÃO DOS JOGOS  

Art. 11º – Para a confecção das chaves será adotado o seguinte sistema:  
As chaves das etapas deverão obedecer aos primeiros 8 (oito) cabeças-de-chave do ranking até a etapa anterior.   

Art. 12º - Os Cabeças de Chaves serão definidos a partir da verificação Ranking especifico do CTSG.  Na primeira etapa do ano será usado o Ranking do ano anterior.   
§ 1º - Para fins de classificação e desempates dos cabeças de chave serão avaliados os seguintes critérios:  
1º-Confronto direto na temporada
 2º-Melhor resultado na temporada          
3º-Número de participações nas etapas do CTSG na temporada  

Art. 13º - As chaves serão divulgadas com antecedência de pelo menos 3 dias antes do início da etapa através de meios eletrônicos.  

Art. 14º - Se houverem menos de 2 inscritos em uma categoria, o clube sede poderá cancelar, informando e alocando os inscritos em outras categorias se estes assim desejarem.  

Art. 15º - Impedimentos para inscrição só poderão ser aceitos, no máximo, 5ª e 6ª feira do primeiro final de semana, se assim o clube sediador desejar, podendo até mesmo não ofertar impedimentos.  

Art. 16º - Após cada etapa, será gerado um relatório pelo clube sediador que conterá a lista de jogadores que não compareceram na 1ª rodada e que não pagaram a inscrição (afim de ser anexada a lista de bloqueios) e demais observações pertinentes a etapa, tanto disciplinares como de assuntos gerais.  
PREMIAÇÃO DO TORNEIO  

Art. 17º - Serão premiados com troféus ou medalhas todos os tenistas e finalistas (Campeão e Vice) de cada categoria masculina, feminina e infantil.  
Ficará a critério de cada clube definir o brinde que será oferecido aos participantes da 
etapa.  

§ 1º – A partir do ano de 2015 o campeão geral de cada categoria receberá o troféu de campeão do ano. Cada clube será responsável por custear o troféu de uma categoria, ou serão viabilizados através de patrocínio específico destes itens.  
FORMA DE DISPUTA DOS JOGOS  Art. 18º – Os jogos adultos serão disputados no formato de eliminatória simples, ou seja, o tenista é eliminado do torneio frente a uma única derrota. Para as categorias especiais será adotado o sistema de grupos com jogos de um set ficando assim proibido a realização de jogos de chave eliminatória simples para esta categoria, a menos que hajam 08 ou mais inscritos na categoria.   
§ 1º - O sistema “NO AD” poderá ser aplicado a critério de cada etapa do CTSG. A organização do torneio pode alterar a programação e formato de disputa dos jogos em decorrência de chuvas e intempéries climáticas. Estas informações, caso sejam necessárias, estarão disponíveis no local do evento.  
A organização poderá alterar o formato de disputa das partidas caso seja de interesse do evento, com exceção dos jogos finais que deverão ser disputados partida melhor de 2 (dois) sets com vantagem, conforme Art. 18.  

Art. 19º Os jogos finais, que definem o campeão e o vice de cada uma das Categorias listadas no Art. 10, serão disputados em uma partida melhor de 2 (dois) sets com vantagem, caso seja necessário o desempate, será feito em um Super Tie Break (10 pontos).  

Art. 20º - Classes que tiverem até 5 tenistas inscritos poderão ter a disputa em grupo único, no sistema todos contra todos (Round Robin).      Classes que tiverem até 7 tenistas inscritos poderão ser divididos em dois grupos. O dois melhores de cada grupo irão disputar uma partida final para definir o campeão. Para fins de classificação e desempates serão avaliados pela ordem:                    
1º-Nº Vitórias                
2º-confronto direto                
3º-Saldo de sets (+/-) (o super tie-breack contara como set)                
4º-Saldo de games (+/-), (o super tie-breack não contara como games)                
5º-Sorteio  A adoção ou não do sistema de grupos fica a critério do clube sede, considerando quesitos como disponibilidade de quadras e horários e intempéries.  

Art. 21º - O tempo de aquecimento deve ser de no máximo cinco (5) minutos, a não ser que seja decidido de outra forma pelos organizadores. Não é permitido o alongamento dentro da quadra (atleta deverá entrar na quadra pré-aquecido e alongado.  
 Entre pontos, o máximo de vinte (20) segundos é permitido. Quando os jogadores trocam de lado no final do game, o máximo de noventa (90) segundos é permitido. Entretanto, após o primeiro game de cada set e durante o tie-Break, o jogo deve ser contínuo e os jogadores devem trocar de lado sem descanso. No final de cada set então o set break deve ter no máximo cento e vinte (120) segundos.  
PONTUAÇÃO E RANKING  

Art. 22º - As etapas do CTSG serão realizadas de acordo com as Classes mencionadas no Art. 8º deste regulamento e os pontos contabilizados para o Ranking Individual do CTSG, bem como para o Ranking de Clubes conforme abaixo:  
§ 1º – Para o ano de 2015 entrarão na contagem de pontos de clubes também as categorias infantis.  
§ 2º – A etapa do  Andreola Tennis cup não contará pontos para o ranking de clubes, apenas para ranking individual dos jogadores. 
Pontos por Fase: 
Campeão:   500 pontos;  
 Vice-campeão:  350 pontos;
Semifinais:             250 pontos;
 Quartas de finais:  175 pontos;    
Oitavas de finais:  100 pontos;
16. De finais:      50  pontos  

O jogador inscrito que não comparecer ao seu primeiro jogo, independente da fase, não receberá pontuação.   
Para as situação de categoria disputada em grupos a pontuação será conforme abaixo:    
Campeão:   500 pontos;  
 Vice-campeão:  350 pontos;
3º e 4º colocação:   250 pontos;
5º e 6º colocação:   175 pontos;    
7º colocação:   100 pontos;   

Art. 23º - A Etapa Masters terá Pontuação igual das demais etapas, conforme Art. 22  

Art. 24º O Campeão Individual de cada categoria será o tenista que somar mais pontos durante as etapas da temporada Art. 2, incluindo a etapa Masters.  
§ 1º – Só será permitido aos jogadores disputarem duas categorias no máster se essas forem de gêneros diferentes (ex: classe e sênior). Não será permitido que jogadores disputem em duas categorias do mesmo seguimento no máster (ex: 2ª e 3ª classes ou Sênior A e Sênior B).  
§ 2º-O tenista classificado ao máster, em duas categorias do mesmo seguimento, só poderá disputar a categoria mais forte obrigatoriamente.  

Art. 25º Os tenistas, além de marcarem pontos individualmente, também acumularão pontos para os seus respectivos clubes. O Clube Campeão da Temporada será aquele que somar o maior número de pontos durante as etapas da temporada Art. 2, incluindo a etapa Masters. 
 
Art. 26º - O clube com maior pontuação final (após todas as etapas, Art. 2) receberá uma taça. Esta ficará com o clube até o evento de encerramento do ano seguinte. O clube deverá conservar a taça e é responsável por sua manutenção e cuidado. Será afixada uma placa na taça por ano, lembrando assim os campeões.  

Art. 27º - O clube para o qual tenista irá pontuar será definido no momento da primeira inscrição da temporada. Não será possível mudar de clube ao longo da temporada se o tenista já tiver pontuado por este. Caso o tenista não queira ou não possa mais defender o clube pelo qual já pontuou deverá jogar as demais etapas como “Avulso”. É permitido a troca de jogador “avulso” para um clube durante o decorrer do ano, porém os pontos adquiridos antes da troca não revertem para o clube. Para efetuar esta troca o jogador deverá ter algum vínculo com o novo clube escolhido.   
 
Art. 28º - É de responsabilidade do tenista comprovar seu vinculo associativo com o clube que irá defender na temporada. A organização do CTSG poderá solicitar essa comprovação no momento da inscrição.  

Art. 29º - O clube ou academia Campeão do ano anterior, será responsável pela organização do torneio Masters, que reunirá os oito melhores tenistas de cada categoria. Os jogos serão realizados no formato eliminatório. Perante a desistência de algum classificado, o atleta imediatamente abaixo na classificação, poderá participar (lista de espera).  

Art. 30º - O clube sede do Masters, se assim desejar, poderá organizar um evento de encerramento, com custos divididos entre os participantes, para entrega da taça ao clube/entidade campeão do ano.   
DIREITO DE IMAGEM E INFORMAÇÕES  

Art. 31º - Ao inscrever-se cada participante cederá o direito à organização para desenvolver e executar ações como a divulgação de notícias, fotos para serem inseridas no site do CTSG e outras mídias de divulgação que sejam associadas ao CTSG e aos patrocinadores.  
DISCIPLINA, INFRAÇÕES E PENALIDADES  

Art. 32º - É de responsabilidade do tenista a confirmação das suas presenças na sala de arbitragem, podendo, o tenista que não confirmar, ser declarado perdedor por WO.  

Art. 33º - O horário oficial utilizado pelo torneio é o Horário oficial de Brasília.  

Art. 34º - O tenista que tenha confirmado a sua presença e estiver aguardando a hora da entrada na quadra deverá estar atento e próximo do local destinado para o jogo. Nenhuma tenista poderá alegar que não compareceu à quadra por não ter ouvido a chamada.  

Art. 35º - O WO será oficializado após 15 minutos do jogo ter sido chamado para quadra.  

Art. 36º - Será considerado perdedor por WO o tenista que não se apresentar no horário 
marcado. Caso os 2 tenistas não compareçam será considerado WO duplo.  

Art. 37º - Após a aplicação do WO ou WO duplo por parte da organização, mesmo com a concordância dos adversários, não poderá ser remarcada a partida.  

Art. 38º - Em hipótese alguma poderá ser trocado algum atleta inscrito por outro. A organização poderá solicitar documento de identificação para confirmar a identidade dos inscritos, caso seja necessário.  

Art. 39 – Constituem-se em infrações disciplinares no CTSG passiveis de penalidade: a) Não observar o silêncio durante as disputas ou praticar qualquer ato que possa perturbar o andamento das partidas ou a concentração dos atletas; b) Proferir palavras de baixo calão, com ou sem o propósito de ofender terceiros; c) Ofender moral ou fisicamente quaisquer pessoas nas dependências do clube; d) Praticar vandalismo que venha a causar danos às quadras ou qualquer patrimônio do clube; e) Ocultar, simular, fraudar ou falsear a contagem de pontos da partida em prejuízo do adversário ou em conluio com este, para prejudicar outros companheiros; f) Lançar raquete ou bola em qualquer direção de forma acintosa; g) Menosprezar o adversário;  

Art. 40º - As penalidades do código de conduta visto no Art. 35 serão aplicadas como segue: 1ª violação: advertência; 2ª violação: perda de ponto; 3ª violação: perda do game; A partir da 4ª violação, ficará a critério do árbitro se continua penalizando com perda de games ou com a desclassificação do tenista faltoso. A possibilidade de uma desclassificação imediata, em caso de grave violação do Código de Conduta continua a critério do Árbitro Geral, que decidirá quando a falta é passível de desclassificação.   
ARBITRAGEM  

Art. 41º - A arbitragem do torneio ficará a cargo de um Arbitro Geral, a ser definido pela organização do torneio. § 1º - O Árbitro Geral, é a Autoridade Máxima competente para a direção da parte técnica e tem o direito de intervir (estando ou não dentro de quadra) em qualquer partida.  
USO DO UNIFORME  

Art. 42º - É obrigatório o uso do uniforme adequado para a prática do tênis, sendo vedados: • Calção de banho, top, maiô ou biquíni; • Utilização de sapatos ou outro tipo de calçado que danifique o piso das quadras; • Jogar descalço, sem camisa ou sem meia.   
RESPONSÁVEIS PELO CTSG TEMPORADA 2015  

Art. 43º  – São responsáveis pelo Circuito de Tenis da Serra Gaúcha os diretores 
indicados pelos respectivos clubes   
CONSIDERAÇÕES FINAIS  

Art. 44º - É de responsabilidade dos tenistas o conhecimento das regras e do regulamento do torneio e nenhum jogador poderá alegar seu desconhecimento para solicitar cancelamento de qualquer partida efetivamente realizada.  

Art. 45º - Os tenistas que participarem do evento devem ter ciência que deverão estar disponíveis para participar dos jogos do torneio durante todos os dias da realização do mesmo, pois podem ocorrer situações que necessitem que seja realizado a alteração dos dias e/ou horários dos jogos.  

Art. 46º - Os responsáveis pela organização do torneio poderão participar como jogadores.  

Art. 47º - Os responsáveis pela organização do torneio têm a função de responder por todos os itens obrigatórios e necessários ao bom andamento do torneio, sendo os mesmos autoridade máxima nas decisões inerentes ao torneio.   

Art. 48º - Todos os casos omissos referentes a este regulamento deverão ser consultados através da Comissão Organizadora, formada por um responsável de cada clube filiado ao CTSG.  

Art. 49º - Todos os casos omissos referentes ao torneio que está sendo realizado deverão ser consultados através do responsável pelo clube organizador da etapa.  

Art. 50º - O regulamento deverá ser exposto e disponibilizado para os atletas nos clubes sedes para conhecimento geral.  

Art. 51º - Qualquer ação ou atividade realizada fora do padrão estabelecido neste regulamento, em eventos do CTSG, deve ser tratado com antecedência e sujeito a aprovação da maioria dos clubes filiados. O não cumprimento acarretará na exclusão do clube do Circuito de Tênis da Serra Gaúcha.  

Art. 52º - Clubes ou Academias filiados ao Circuito de Tenis da Serra Gaúcha; Recreio da Juventude, Recreio Cruzeiro, Bohrer Sport Center, Clube Juvenil, Sociedade Recreativa Aquarius, Giovanna Campo Clube, Tenis Padel Vacaria, Caça e Pesca e Associação dos Motoristas São Marquenses.  

Art. 53 – É de responsabilidade do Grupo listado no Art.39 a manutenção e divulgação do Ranking de clubes e tenistas do CTSG por meios impressos ou eletrônicos.  

Art. 54 – Este Regulamento entrará em vigor a partir do dia 01 de janeiro de 2017
Caxias do Sul, 01 de janeiro de 2017  
Ciente e de acordo